Sábado, 18 de Agosto de 2018

Buscar   OK
Brasil

Publicada em 07/11/14 às 23:58h - 823 visualizações
Agente de trânsito é condenada por dizer a juiz que ele não é Deus durante uma blitz
Deus, juiz joão carlos de souza correa, Justiça, lei seca, luciana tamburini, trânsito

Tiago Chagas - Gospelmais


 (Foto: Gospel mais)

Uma agente de trânsito que parou um juiz numa blitz da lei seca no Rio de Janeiro foi condenada a pagar uma indenização de R$ 5 mil por ter dito ao magistrado que ele, apesar de juiz, não era Deus.

A sentença foi emitida pela 36ª Vara Cível do Rio de Janeiro, num processo movido pela própria agente de trânsito contra o juiz. No dia do imbróglio, o juiz João Carlos de Souza Correa, do 18º Juizado Especial Criminal do Rio de Janeiro, foi flagrado em um carro sem placas e sem a Carteira Nacional de Habilitação.

Como procedimento padrão, a agente de trânsito Luciana Silva Tamburini afirmou a Correa que o carro seria apreendido. O juiz então se identificou, numa tentativa de contornar a situação. Como resposta, Tamburini disse a Correa que "juiz não é Deus".

Nesse momento, Correa deu voz de prisão a Tamburini, e acionou a Polícia Militar para levá-la em custódia, porém Luciana Tamburini se recusou. O juiz foi a uma delegacia e registrou queixa contra a agente de trânsito.

Juiz João Carlos de Souza Correa

Juiz João Carlos de Souza Correa

Posteriormente, Luciana moveu uma ação pedindo indenização do juiz, sob o argumento de que ele tentou receber tratamento diferenciado por causa de sua função como magistrado. Porém, a Justiça considerou que a agente de trânsito perdeu a razão ao ironizar o cargo de uma autoridade pública, e reverteu a ação, condenando-a a pagar a indenização a Correa.

"Ao apregoar que o demandado era 'juiz, mas não Deus', a agente de trânsito zombou do cargo por ele ocupado, bem como do que a função representa na sociedade", escreveu o desembargador José Carlos Paes, da 14ª Câmara Cível do TJ-RJ, em segunda instância.

Sem condições de pagar a indenização, Tamburini foi beneficiada pela organização de uma "vaquinha" espontânea nas redes sociais, que arrecadou quatro vezes mais o valor necessário para quitar sua dívida. De acordo com o Uol, a iniciativa partiu da advogada paulista Flavia Penido, que informou na página que todo o valor excedente será entregue a Luciana "como uma reparação da sociedade pelo sofrimento dela durante o caso e o curso do processo".


Fonte de Notícia




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.


Clique para ouvir no celular

               

TODA SEGUNDA UMA NOVA MENSAGEM

 Acesse o canal do youtube para visualizar novos vídeos a cada semana: Maria Quiteria Magalhães

Peça seu Louvor

  • Soraya
    Cidade: Salvador
    Música: Uma coisa peço ao senhor
  • Maria Helena Dutra
    Cidade: Conselheiro Lafaiete
    Música: Deus do impossível
  • Cristiane Almeida Silva
    Cidade: Sao Paulo
    Música: Escudo da Voz da Verdade
  • Maria
    Cidade: Goiânia
    Música: Heshua
  • Gracy Mendes
    Cidade: Rio de Janeiro
    Música: Prioridade- Mirian Lima
  • Everton
    Cidade: Mãe do rio
    Música: Deixa eu te usa
Pastor Online

Pastora Helena Morini
 



A esperança dos justos é alegria, mas a expectação dos perversos perecerá.
 Provérbios 10:28
Filipe achou Natanael, e disse-lhe: Havemos achado aquele de quem Moisés escreveu na lei, e os profetas: Jesus de Nazaré, filho de José.
João 1:45
Ouvinte do Mês
  • Fabiana e Luciano
    Cidade: São Paulo/ SP
  • Joelma e Ravi com a visita da Pra. Helena
    Cidade: São Paulo
  • Helena / Genilsa / Márcia
    Cidade: Caieiras / SP
  • Helena - 04.2016
    Cidade: São Paulo
  • Roberta
    Cidade: São Paulo
Estatísticas
Visitas: 958920 Usuários Online: 108


Web Rádio | Pastor Online | Devocional | Espaço Mulher Cristã | Chat | Notícias Gospel | Entretenimento | Louvores | Roberto Kazuo | Egleysa Montarroyos
Copyright (c) 2018 - Rádio Eu Amo Jesus - Todos os direitos reservados