Sábado, 18 de Agosto de 2018

Buscar   OK
Espaço Mulher

Publicada em 07/11/14 às 23:33h - 835 visualizações
Mulher: um exemplo de superação

Johnny Bernardo - Gospel Mais


 (Foto: Gospel mais)
Diria Hobsbawm, em a Era dos Extremos, que a "maior das revoluções do século XX foi a revolução feminina". Houve um repensar do papel da mulher na sociedade, a partir do momento em que o Brasil deixa a República Velha, com seus valores rurais restritivos, e caminha ao industrialismo. É nas cidades, nos grandes centros urbanos, que as disparidades entre os gêneros feminino e masculino ganham maior visibilidade. Não está em jogo apenas o direito ao estudo, ao trabalho e ao voto, mas uma emancipação de velhas estruturas machistas, hoje ainda visíveis em declarações polêmicas como as do mitilar Jair Bolsonaro. No entanto, são casos isolados, em fase de extinção na medida em que a sociedade evolui em cultura, conhecimento e compreensão.

Nesta semana, em palestra na Universidade Metodista de São Paulo, campi Rudge Ramos, a Dra. Renata Gonçalves (UNIFESP - Baixada Santista) destacou a importância da contribuição da socióloga Heleieth Saffioti (1934-2010) que, em plena ditadura militar, desafiou às estruturas arcaicas do Brasil, típicas do final do século XIX e início do século XX, de submissão do papel da mulher na sociedade urbano-rural. Segundo Saffioti, apenas o alcançar alguns direitos antes restritos ao homem não garante à mulher uma total emancipação; pelo contrário, destaca a importância de se romper com velhas estruturas restritivas, para que se o alcance o pleno direito.

Grandes personalidades brasileiras, como Cecília Meirelles, Rachel de Queirós, Clarice Linspector, Olga Benário, Cora Coralina, Thalita Rebouças, Telma Guimarães, Ruth Cardoso, Marina Silva, são exemplos da importância da mulher no processo literário, de defesa dos direitos civis, ou mesmo da valorização do papel feminino enquanto agente social. Obviamente que há, na breve lista de personalidades brasileiras, diferenças ideológicas, de posicionamento político, literário, mas mesmo assim é de se destacar a importância de suas contribuições pelo o fato de que ousaram em meio a uma sociedade classista. Merecem respeito apesar de terem posicionamentos diferenciados.

Apesar de avanços na emancipação feminina, ainda há resquícios feudais em grupos religiosos, como o islamismo, o hinduísmo, em movimentos paralelos ao protestantismo, ou mesmo em igrejas pentecostais mais fechadas em relação a outras, que travam o avanço dos direitos femininos, como de livre expressão, de inserção na sociedade de maneira mais ampla, de participação no corpo eclesiástico. A Arábia Saudita é um exemplo de Estado que interfere de forma prejudicial nos direitos fundamentais da mulher. Ao mesmo tempo, outros países, como a Índia e o Japão - apesar de avanços intelectuais e abertura ao Ocidente - ainda não conseguiram solucionar os entraves que impedem uma real valorização da mulher em suas sociedades, em suas culturas diferenciadas.

No Brasil, tem se notado um avanço no sentido de que, denominações como as Assembleias de Deus - a segunda mais antiga das pentecostais e de maior número de membros em relação às demais igrejas evangélicas brasileiras - que, nos últimos anos, amadureceu sua compreensão do papel da mulher no ministério, e não somente: de seus direitos enquanto ser humano, detentor de igual capacidade intelectual e de pastoreio. A tendência geral é a de que a mulher conseguirá galgar outras posições na direção nacional de suas denominações. Fundada há 14 anos por Glória Fernandes, em São José do Rio Preto (SP), a Igreja Missão da Fé é um exemplo da capacidade feminina de pastoreio. Nas igrejas neopentecostais - com exceção da IURD - a valorização da mulher enquanto líder também tem crescido de maneira significativa, apesar de alguns porquês!

Finalizo esta reflexão deixando meus sinceros parabéns pelo Dia Internacional da Mulher. À minha esposa, Silvana, às companheiras de vivência acadêmica, à colunista do Gnotícias Raquel Elana por ser a única mulher a publicar textos pontuais neste portal, à blogueira Yoani Sánchez por sua defesa da democracia, à Marina Silva por sua luta ambiental e política. Enfim, a todos as mulheres destes brasis diversos, diferenciados, parabéns por seu dia, por sua luta por um futuro melhor



Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.


Clique para ouvir no celular

               

TODA SEGUNDA UMA NOVA MENSAGEM

 Acesse o canal do youtube para visualizar novos vídeos a cada semana: Maria Quiteria Magalhães

Peça seu Louvor

  • Soraya
    Cidade: Salvador
    Música: Uma coisa peço ao senhor
  • Maria Helena Dutra
    Cidade: Conselheiro Lafaiete
    Música: Deus do impossível
  • Cristiane Almeida Silva
    Cidade: Sao Paulo
    Música: Escudo da Voz da Verdade
  • Maria
    Cidade: Goiânia
    Música: Heshua
  • Gracy Mendes
    Cidade: Rio de Janeiro
    Música: Prioridade- Mirian Lima
  • Everton
    Cidade: Mãe do rio
    Música: Deixa eu te usa
Pastor Online

Pastora Helena Morini
 



A esperança dos justos é alegria, mas a expectação dos perversos perecerá.
 Provérbios 10:28
Filipe achou Natanael, e disse-lhe: Havemos achado aquele de quem Moisés escreveu na lei, e os profetas: Jesus de Nazaré, filho de José.
João 1:45
Ouvinte do Mês
  • Fabiana e Luciano
    Cidade: São Paulo/ SP
  • Joelma e Ravi com a visita da Pra. Helena
    Cidade: São Paulo
  • Helena / Genilsa / Márcia
    Cidade: Caieiras / SP
  • Helena - 04.2016
    Cidade: São Paulo
  • Roberta
    Cidade: São Paulo
Estatísticas
Visitas: 959480 Usuários Online: 105


Web Rádio | Pastor Online | Devocional | Espaço Mulher Cristã | Chat | Notícias Gospel | Entretenimento | Louvores | Roberto Kazuo | Egleysa Montarroyos
Copyright (c) 2018 - Rádio Eu Amo Jesus - Todos os direitos reservados